Never Mind The Bollocks, Here’s The Sex Pistols

O movimento punk surgiu associado a um contexto de fortes convulsões sociais. Nos anos 70, os Sex Pistols apresentaram-se como uma violenta reacção contra a sociedade britânica e os seus valores tradicionais. Na origem do fenómeno esteve Malcolm McLaren, proprietário da loja “Sex” (juntamente com Vivianne Westwood) que pôs um anúncio no jornal e persuadiu John Lydon a fazer uma audição para uma banda.

Este acaba por vestir a pele do célebre Johnny Rotten e torna-se o porta-voz da frustração, inconformismo e raiva latente da juventude britânica. Como fonte de inspiração para uma geração de “Do It Yourself”, representou um exemplo de que não é preciso dominar um instrumento para fazer música.

A ele juntaram-se Paul Cook, Steve Jones e Glen Matlock (mais tarde substituído por Sid Vicious). E enquanto a banda tocava de forma simples, directa e abrasiva, Rotten cantava acerca de anarquia, violência e apatia. “Anarchy in the U.K.” causou um impacto social de tal forma forte que levou a editora EMI a desistir da banda. Seguiu-se o polémico tema “God Save the Queen” que foi banido pela BBC. O choque foi ainda maior porque nesse ano comemorava-se o jubileu da Rainha – e estamos apenas a falar de um dos símbolos mais imponentes de Inglaterra.

O mote era claro: escandalizar e operar uma revolução na mentalidade britânica. Fazer um corte com o passado e levar a música a uma estaca zero.

A inspiração para Never Mind The Bollocks, Here’s The Sex Pistols chega do garage rock, uma fórmula musical simples, criada por bandas norte-americanas nos anos 60 e captada na compilação. Nuggets: Original Artyfacts From the First Psychedelic Era.

O movimento punk foi também influenciado pelo surgimento do pub rock, devido à sua forte reacção contra a complexidade do rock progressivo e sinfónico (de bandas como os Pink Floyd) e por sublinhar a necessidade de despir a música de ornamentos e torná-la mais acessível ao público.

Entre as bandas punk mais influentes surgem os Sex Pistols, Ramones, The Damned e The Clash.

Carla Reis

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 3, Abril, 2005.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: