MTV Free Your Mind Concert

:: 1 de Novembro de 2005

Há muito tempo que se questiona a qualidade da MTV como veículo de promoção musical. No entanto, é um canal que sempre gostou de patrocinar iniciativas dedicadas a causas humanitárias, o que temos que reconhecer ser de louvar.
Dias antes dos tão badalados MTV Europe Music Awards, ocorreram quatro dias de concertos, com a área coberta pela pala do Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, a servir de palco. O último dia foi dedicado ao prémio “Free Your Mind”, que tem por objectivo celebrar o trabalho de organizações ou pessoas que se destacaram contra a intolerância ou a injustiça social. As organizações apoiadas neste evento foram a Staying Alive, que tem tido um papel importante na luta contra a SIDA, a MTV Exit, que se esforça no combate ao tráfico humano, principalmente de mulheres para prostituição e, por último a Pobreza Zero. Para o efeito, a MTV convidou três bandas portuguesas – Gomo, Blind Zero e The Gift – e uma atracção estrangeira – Skin (ex-Skunk Anansie).

O espectáculo começou bem, com Gomo a proporcionar um espectáculo divertido e bem disposto, em que foram cantados temas como “Feeling Alive”, “November 6th”, “Can’t Find you” e “You Never Came”. Houve ainda tempo para uma homenagem de Paulo Gouveia a David Fonseca por este estar na liderança do top de vendas nacionais.

Mas o melhor ainda estava para vir. Pouco depois subiu ao palco uma das melhores bandas do panorama musical: os Blind Zero, que abriram a sua participação com “You owe us blood”, passando por “Gasoline Boy” e “Perfect Skin” e terminando com a brilhante “Shine On”, na qual Miguel Guedes mostrou ao público uma nova faceta: a de baterista (se não sabe, pelo menos, disfarça muito bem). Foi uma excelente participação da banda do Porto, pelo menos para quem, como eu, nunca os tinha visto ao vivo.

Seguiram-se os The Gift e, desde logo, a energia da Sónia Tavares contagiou toda a assistência. A banda de Alcobaça aproveitou a ocasião para promover o seu mais recente trabalho AM-FM, de tal forma que abriram a sua actuação com as três músicas que serviram de single ao álbum: “Driving You Slow”, “11.33” e “Music”, interpretando também músicas do álbum anterior, Film, tais como “Question of Love” e “Front Of.” Esta actuação poderá ter ajudado ou incentivado alguns membros do público a votar nos The Gift, que estavam nomeados para o prémio “Best Portuguese Act” e que acabaram por vencer. Na sua primeira edição, este prémio foi ganho em 2003 pelos seus antecessores em palco, os Blind Zero.

Diferente de todas as actuações portuguesas foi sem dúvida a participação de Skin. Ao palco subiram os membros da banda que a acompanha e, enquanto toda a assistência aguardava a sua entrada, aconteceu algo estranho: em vez de se ouvir Skin, ouvia-se “Ooops, I did it again” de Britney Spears. Felizmente, tudo não passou duma piada e Skin logo subiu ao palco com toda a sua garra. Durante esta actuação, o público assistiu a vários estados de espírito vindos do palco: se por um lado, Skin mostrava uma faceta tímida como aquela que agradeceu os aplausos após interpretar “Faithfulness”, por outro, punha a assistência ao rubro quando cantava músicas dos extintos Skunk Anansie, começando por “Weak”. Mas o momento mais alto desta actuação foi quando Skin começou a cantar “Hedonism” e decidiu sair do palco e vir para o “fosso” que a separava o público. O que ninguém previa era que ela subisse para cima das grades que delimitavam esse fosso e fizesse um “mosh” à assistência (do qual eu fui uma das “felizes” contempladas)…
Após o seu regresso ao palco, e interpretando algumas músicas do seu próximo álbum, tive de abandonar o meu “lugar” enquanto Skin cantava “Charlie Big Potato” porque tinha umas “sirenes” atrás de mim.
A partir daí, e estando o concerto já na recta final, vi o resto junto ao bar, tendo tido ainda tempo para ouvir a emblemática “You’ll Follow me Down”.

A festa continou noite dentro na discoteca Loft, com a participação dos DJs Rob Garza dos Thievery Corporation, Michael Cook dos Big Chill Club e da tour dos Gotan Project.


Alexandra Silva

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 1, Novembro, 2005.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: