If Lucy Fell ao vivo no Clube Mercado

:: 28 de Novembro de 2005

Numa palavra, descreve-se o concerto de apresentação do registo de estreia You make me nervous dos If Lucy Fell: festa.

Considerados já pela crítica como uma grande revelação da música underground portuguesa, os If Lucy Fell apresentaram-se no Clube Mercado como uma banda forte e coesa em palco e que demonstrou estar ali para festejar de corpo e alma o seu álbum de estreia.
As caras que deambulavam pelo Mercado era já conhecidas da banda e de alguns concertos do colectivo: ora família e amigos, ora membros de outras bandas, marcaram presença na noite de 25 de Novembro.
A sala estava muito bem composta e o calor era intenso. Notava-se a grande expectativa do público. Trocavam-se olhares e sorrisos de cumplicidade entre as pessoas.

Passava pouco da meia noite quando o colectivo subiu ao palco. Hélio, Rui, Makoto e Pedro (com um belíssimo blazer…), todos eles com um enorme sorriso nos lábios, agradeceram a presença do público presente e deram inicio à festa.
Como seria de esperar em concertos de apresentação de álbuns, o concerto abriu exactamente da mesma forma como abre o álbum. “As simple as giving a name to this song” deu início ao frenesim e à loucura numa excelente simbiose entre banda e público. Ritmos alucinantes e acutilantes vindos da guitarra de Rui eram notoriamente acompanhamentos pela excelente secção rítmica bateria/baixo. As pessoas dançavam, abanavam-se em danças bizarras ao mesmo tempo que se juntavam ao vocalista para o acompanhar nas letras.

O som não era o melhor mas isso parecia não importar. Na realidade, naquela noite, ninguém queria saber dos pormenores técnicos; as pessoas estavam ali para festejar, estivesse o som bom ou mau, e foi isso mesmo que aconteceu. Após uma breve pausa, o concerto voltou a arrancar com “10×10 minute drive” mais uma vez levando as pessoas às danças e aos bons momentos de crowd surfing. A festa estava cada vez melhor, o público subia ao palco para cantar e dançar.

Foi assim a maior parte do concerto, a banda a debitar rajadas de som e as pessoas a recebê-las de braços abertos e em troca a dar toda a sua voz e corpo às músicas.

Os dois momentos altos do concerto foram “Demented”, que o público acompanhou num singalong lado a lado com a banda, e o tema que fecha o álbum, “Escapist”, que levou toda a sala ao rubro: vozes que já gritavam roucas, braços e pernas que eram abanados numa autêntica dança tribal e constantes momentos de crowd surfing entre Makoto e o público.

Já cansados mas visivelmente felizes, os If Lucy Fell tocaram o último tema da noite, desta vez a pedido da sala, “Fat man Dilemma”, música que fecha a sua maqueta de estreia, levou mais uma vez as pessoas ao céu naquela que foi uma noite de celebração.

O alinhamento do concerto foi o seguinte:

“As Simple As Giving A Name To This Song”
“10×10 Minute Drive”
“What If She Fell?”
“You Make Me Nervous”
“Together In Stupidity”
“Silk”
“Demented”
“Cannibal Frustration, Human Hallucination”
“Something Complicated”
“Whenever You Find Yourself Deconstructed, It´s a Good Starting Point”
“Escapist”
“Fat man Dilemma”

Texto: Sérgio Lemos
Fotos: Joana Duarte

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 28, Novembro, 2005.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: