If Lucy Fell – You Make Me Nervous

Esquizofrénico, nervoso e energético. O primeiro registo de longa duração dos portugueses If Lucy Fell chega como que uma bigorna desgovernada que nos atinge a cabeça.

Formados no início de 2004, a banda conta com uma maqueta gravada em Agosto desse ano – If Lucy Fell – da qual foram aproveitados dois temas, incluídos no álbum: “Together in stupity” e o poderoso “Escapist”.
Emergente da escola hardcore, o colectivo aponta as suas armas para as mais variadas direcções: ora rock, ora ritmos avassaladores e desconstruídos de metal com batidas psicadélicas – e por vezes cheias de groove – com uma voz seca e desesperada a acompanhar.

You Make Me Nervous (2005) abre com “As simples as giving a name to this song” que nos assalta por completo ao primeiro instante, tal é a demência com que é tocada – ritmos irrequietos saltam uns por cima dos outros. É impossível estar quieto ao ouvi-la.
Ao fim da terceira faixa já estamos cansados fisicamente, já nos dói os pés e o pescoço e dentro da nossa cabeça existe um enorme turbilhão de sons e ideias. Os If Lucy Fell têm essa magia de nos conseguir deixar inquietos, a pensar nas mais variadas coisas, ao ponto de começarmos a falar sozinhos.

Sempre sem nos dar descanso, as três primeiras músicas do álbum são como que uma enorme auto-estrada na qual não vislumbramos o fim, é uma viagem intensa e carregada de emoções fortes às quais não conseguimos escapar.

Com a chegada da quarta música chega também a altura de descanso, como que uma paragem à beira da estrada. Trata-se de um curto instrumental que dá o nome ao álbum e que serve apenas como apoio à entrada da música seguinte. Depois o tapete foge-nos debaixo dos pés e a viagem recomeça. Para onde? Sinceramente não sabemos e isso pouco importa.

Ao longo dos cerca de 45 minutos de duração do álbum percebemos e sentimos muitas das influências do colectivo: The Bloodbrothers, These Arms Are Snakes ou Converge são apontados pela sua editora, a Rastilho. Mas após a audição do registo apenas uma parece fazer sentido: Botch. Os If Lucy Fell certamente vão bebericando muito desse poderoso monstro americano que dá pelo nome de Botch.

Impossível ficar indiferente, impossível ouvi-lo uma só vez. É um álbum que foi feito para ser gasto dentro do leitor, para rodar vezes sem conta e testar a durabilidade do disco e do leitor, mas também da nossa sanidade. Hardcore? Esqueçam. Rock, puro rock devastador. Ponto alto do álbum: “Escapist”. E já diz a letra “Punch me as hard as you can, make me loose this caravan./Tie my legs if you have to, I belong here with you”

Guardem-no junto dos objectos mais preciosos. If Lucy Fell é amor, raiva e ódio… tudo junto num mix poderoso, visceral e demente. De pôr qualquer um nervoso.

9/10 | Sérgio Lemos

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 28, Novembro, 2005.

 
%d bloggers like this: