Placebo – Without You I’m Nothing

O segundo registo dos Placebo Without You I’m Nothing – editado dois anos depois do álbum de estreia é uma aposta clara numa postura mais intimista quer do ponto de vista lírico, quer do próprio registo que adoptaram em certos temas, nomeadamente “Ask for answers” e “My sweet prince”. Tais ajustes foram claramente proveitosos para a banda, não fosse Without You I’m Nothing o álbum que se havia de tornar no cartão de visita dos Placebo.

Os três primeiros temas do álbum seguem o fio condutor das melhores apostas do antecessor homónimo (“36 Degrees” e “Nancy Boy”) e colocam a fasquia alta para os Placebo, na medida em que o que se seguisse teria que estar ao mesmo nível de “Pure Morning” e “You Don’t Care About Us”, ou ainda melhor. Era o que se exigia.

As expectativas não são defraudadas. O quarto tema, “Ask For Answers” é arrebatador, de uma força estranha, e é provavelmente uma das melhores músicas escritas por Brian Molko, exactamente a par com o tema seguinte. “Without You I’m Nothing” é o melhor do segundo álbum dos Placebo.

O sucesso do álbum fica a dever-se muito a “Every You Every Me”, não só porque é de facto um tema bastante bom, mas também porque se entranha simpaticamente na nossa cabeça e fica a fazer eco durante horas, dias a fio.

“My Sweet Prince” e “Summer’s Gone” mostram o que não havia sido conseguido no primeiro álbum: que os Placebo resultam igulamente bem num registo mais calmo, que temas como estes não estão presentes para fazer um álbum de 12 músicas ao invés de um de 10.

O ponto negativo do álbum vai para a escolha do último tema, que se torna demasiado monótono face ao anterior, “Scared Of Girls”, que recupera a energia de abertura do trabalho.

Resta questionar se poderia ter sido melhor.

9/10 | Susana Jaulino

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 4, Março, 2006.

 
%d bloggers like this: