Pearl Jam – Live: 23-5-00 ~ Estádio Do Restelo – Lisbon, Portugal

O concerto no Estádio do Restelo, em Lisboa, a 23 de Maio de 2000 pertence à primeira série de bootlegs oficiais dos Pearl Jam. Esta série correspondeu à sua digressão pela Europa e América do Norte em 2000. A setlist é excelente, contendo todos os grandes êxitos da banda. Em traços gerais, foi um concerto bem gerido, principalmente se tivermos em conta o facto de que promovia o mais recente trabalho da banda na altura – Binaural -, que tinha sido colocado à venda em Portugal há menos de um mês. Isto implicava que o público só conhecia bem o primeiro single, “Nothing as It Seems”. Os Pearl Jam revelaram bastante cuidado para não tornarem o concerto cansativo ao alternarem as músicas de Binaural com outras mais conhecidas e conseguiram deixar o público bastante interessado no novo álbum quando passaram por “Light Years” e “Thin Air”. A atmosfera fantástica do espectáculo, com público a entoar cânticos futebolísticos entre canções, está bem presente nas gravações.

Há medida que o concerto chega ao fim, estranhando a banda ainda não ter tocado “Alive”, a multidão começa a cantar o refrão da música em uníssono antes e durante o encore para garantir que o grupo não a deixaria de fora. Eddie Vedder respondeu “That’s a great song” e, como era esperado, os Pearl Jam acabaram por tocá-la, para euforia do público. No entanto, e apesar de toda a interacção com os fãs, os Pearl Jam são muito calmos em palco, parecendo por vezes estar “enferrujados”. Eddie Vedder não saltava – nem mesmo em músicas como “Given to Fly”. Se virmos Touring the Band 2000, o DVD desta digressão, comprovamos que os Pearl Jam são mesmo contidos em palco, apostando muito mais na comunicação com o público. É possivel ouvir Vedder contar que, dias antes do concerto, esteve num campeonato de surf que decorrera na Costa da Caparica onde aproveitou para “apanhar umas ondas”.

Outro dos “problemas” deste concerto, e consequentemente do álbum, é o facto de Eddie Vedder se ter esquecido de parte das letras de “Wishlist” e “Immortality”. Também ocorreram alguns problemas técnicos com o kit de baterias de Matt Cameron a meio do concerto. Mesmo o disco tem falhas, pois “Breakerfall” e “MFC” estão numa ordem diferente da que está listada.

Como conclusão, foi um bom concerto, com grande energia e que não defraudou os fãs que se deslocaram ao estádio do Restelo. Pode não ter sido um dos melhores concertos deles, mas não se nota pela resposta do público, em virtude de ter sido a primeira oportunidade para muitos de os verem em Portugal. E a iniciativa dos bootlegs foi de grande brilhantismo.

9/10 | Alexandra Silva

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 3, Maio, 2006.

 
%d bloggers like this: