Pearl Jam – Vs.

Após um sucesso estrondoso com o seu álbum de estreia Ten (1991), os Pearl Jam lançaram, em 1993, o seu sucessor, Vs.. Curiosamente, decidiram fazer algo que não era comum às bandas no auge do sucesso comercial, recusando-se a lançar quaisquer singles ou videos. Mesmo assim, foi um enorme êxito, entrando directamente para n.º 1 nas Billboard Charts.

Vs. é geralmente considerado o álbum com um Eddie Vedder no seu tom mais estridente, tanto liricamente como vocalmente. É um álbum muito mais cru, mais solto que o seu antecessor, e que por vezes quase se confunde com um espectáculo ao vivo, porque Vedder grita a plenos pulmões em canções tais como “Go”, “RearviewMirror” ou “Blood”. Neste álbum, a banda aponta para a espontaneidade, como se fosse empurrada para um novo território – algumas canções têm influências punk, por exemplo “W.M.A”, enquanto que outras possuem um ritmo mais acústico e melódico, tais como “Daughter” e “Elderly Woman Behind the Counter in a Small Town”, que se enquadram na perfeição no registo vocal de Vedder. Talvez esta espontaneidade surja um pouco às custas do enorme “feitiço” provocado por Ten – algumas das suas canções estavam simplesmente subdesenvolvidas, com “frameworks” de suporte que não pareciam muito favoráveis.

Mas aquilo que realmente funcionou e torna Vs. um álbum tão interessante é o facto de os “rockers” serem geralmente assustadores na sua intensidade e as canções em que isto se reflecte serem hipnotizantes.

Tanto Ten como Vs. conseguem ser álbuns viciantes, como se fossem uma droga que nos corre nas veias e nos deixa totalmente dependentes. Vs. poderá não chegar à altura majestosa do seu antecessor, no entanto, consegue soar mais completo e maduro que este. Se não estamos perante o melhor álbum dos Pearl Jam, então Vs. caminha lado a lado do melhor trabalho deles, Ten.

10/10 | Alexandra Silva

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 3, Maio, 2006.

 
%d bloggers like this: