Ufomammut – Godlike Snake

Há uma série de bandas que é praticamente impossível catalogar. Os Ufomammut não serão, certamente, excepção. Se realmente quisermos colocá-los num certo estilo de música, não poderíamos ser mais sintéticos do que dizer algo do género: neo-psicadélic-o-stoner-sludge-cosmic-doom-rock-metal.

Antes de colocarmos o CD na aparelhagem, um pormenor que torna este disco apelativo a fãs de boa arte psicadélica: a capa, criada pela talentosa associação artística Malleus (o que é compreensível, considerando que dois dos membros dos Ufomammut fazem parte desta organização).

Os riffs pesados e extra-distorcidos do baixo e da guitarra, os sintetizadores, a afinação em inúmeros tons abaixo do que é considerado “habitual”, o interlúdio de longos minutos ouvindo-se apenas um coração a bater… todos estes são factores que provam a eterna teoria que os Ufomammut são um grupo musical com um som único e imaginativo. É de salientar um dos melhores amigos e aliados à banda: o estéreo. Por exemplo, a segunda faixa do disco, “Satan”, inicia-se simplesmente com um acorde repetido durante uns segundos, passando subitamente para um riff incompreensível que é transportado incessantemente da coluna direita para a coluna esquerda. Mantém-se dessa forma até que ganha suficiente coragem e explode completamente no cérebro dos seus ouvintes. Penso que não há melhor forma de retratar este fenómeno.

Apesar das boas qualidades, tanto em aspectos exteriores como interiores, o álbum possui uma pequena falha. Especificamente, a certa desilusão em torno das faixas de bateria em algumas músicas (nomeadamente, “Oscillator”, “Snake” e “Hozomeen”), ou seja, tendo em consideração o resto dos instrumentos, esta poderia estar mais imaginativa.

Um outro adereço precioso incluído neste CD é o vídeo de “Where?” (que possui uma ligeira alteração da música “Nowhere”). Este, capta toda a sensibilidade psicadélica e todo o sentimento pesado que o grupo italiano pretende transmitir através da música e empurra-o na cara do espectador sem misericórdia. Mais um óptimo trabalho, novamente, da organização Malleus.

Concluindo, Godlike Snake dos Ufomammut é, sem sombra de dúvida, um perfeito exemplo de como um disco pode ser excepcionalmente pesado misturando toneladas de efeitos em todo e qualquer instrumento, com músicas que alcançam os 20 minutos de duração e que consegue ser, ainda assim, uma verdadeira obra-prima musical.

8/10 | Miguel Praça

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 22, Outubro, 2006.

 
%d bloggers like this: