Don Caballero ao vivo em Madrid

Existem concertos que nos despertam de forma especial para a força de uma actuação ao vivo. Os Don Caballero são uma das bandas que, quando vistos e ouvidos em simultâneo, se transcendem a si mesmos. Técnica, precisão e músicas intelectualmente estimulantes foram os elementos marcantes na sala Siroco, em Madrid.

:: 21 de Novembro de 2006


Uma lição de cavalheiros

A abrir a noite estiveram os espanhóis Psicotropia. Com referências que vão desde King Crimson até Primus ou Mr. Bungle, este trio formado por Pablo Tato, Jaime Mariscal e Juan Llull move-se predominantemente pela escola do jazz e do rock progressivo. Em palco, tiveram uma actuação decente repleta de pormenores técnicos que impressionaram. A voz de Pablo foi igualmente uma surpresa, conseguindo alongar-se melodicamente durante algum tempo, ao jeito das sonoridades árabes. Foi um elemento que se estranhou ao princípio, mas que depois se tornou numa característica singular dos Psicotropia. Não obstante, nem sempre a banda espanhola soou de forma coesa. Quando apenas uma guitarra assume a responsabilidade de conduzir as músicas, pequenos deslizes podem ser fatais. Não comprometeram a actuação, mas ficou a impressão que será necessário mais algum tempo de maturação para que os Psicotropia consigam entregar a sua música no ponto óptimo.

Os norte-americanos Don Caballero sobem ao palco desfalcados, com uma guitarra a menos. O quarteto converteu-se em trio, mas nem por isso a sua música ficou prejudicada. Durante mais de uma hora Damon Che e seus comparsas entregaram uma impressionante demonstração de como fazer música puramente instrumental, onde as únicas palavras que tiveram lugar foram as de agradecimento por parte do público. Foi um concerto que se converteu numa lição de música. À medida que o concerto avançou, nem o mais leigo dos presentes foi capaz de impedir o descair da boca e o arregalar dos olhos.

Damon Che foi um verdadeiro comandante por detrás da bateria. Rajadas violentas transformaram o seu instrumento numa arma de assalto e as mudanças rítmicas inesperadas não deixaram ninguém sossegado. Devido à abundância de público e às condições arquitectónicas do bar, poucos eram aqueles que conseguiam ver a banda na sua totalidade. Mas ninguém se demoveu, ninguém se dispersou. Todos se transformarem em reféns voluntários.

Com a ausência da segunda guitarra, Gene Doyle teve trabalho acrescido. Percorrendo os riffs circulares das composições dos Don Caballero, quer ruidosos, quer revestidos de uma mansa presença, Gene serviu-se dos seus pedais e do delay para sobrepor camadas sonoras e não atraiçoar as versões de estúdio das músicas. Houve momentos em que o guitarrista chegou a ter mais de três linhas diferentes de guitarra entrecruzadas e enleadas umas nas outras.

Após o período de pausa iniciado em 2002, a banda lançou o seu último disco este ano. World Class Listening Problem contribuiu com algumas das músicas mais intensas do concerto. Com “Mmmmm Acting, I Love Me Some Good Acting” e “And And And, He Lowered The Twin Down” a banda desprendeu-se das fórmulas hipnóticas e de difícil acompanhamento para entregar um rock directo que irrompeu directamente sobre a audiência. Alguns moviam-se descontroladamente, outros mantinham-se de olhos bem abertos para não deixar escapar o espectáculo que desabrochava em palco.

A promessa inicial da banda de Pitsburgh foi cumprida e superada. As dezenas de pessoas que couberam na sala Siroco (mais de uma centena seguramente) presenciaram uma interpretação musical que não poderá ser oferecida por nenhuma outra banda. Numa época em que o rock tem viajado nas mais diversas direcções, os Don Caballero continuam a criar o seu próprio caminho. É do talento e do empenho de bandas como esta que nascem os líderes. São concertos como este que os legitimam.

Texto: Gonçalo Sítima

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 21, Novembro, 2006.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: