Smashing Pumpkins – Siamese Dreams

smashingpumpkins-siamesedreamQuando se ouvem os dois primeiros trabalhos dos Smashing Pumpkins, custa a crer que tenham sido escritos pela mesma banda. De facto, a progressão que se verifica entre um e outro álbum, quase nos leva a crer que o primeiro trabalho – Gish (1991) – foi feito a brincar, dada a absoluta perfeição com que fomos brindados no segundo registo da banda. Sem qualquer tipo de rodeios, Siamese Dream é uma obra-prima. A prová-lo, cada tema absolutamente indispensável, que nos faz respirar e absorver todas as densidades, sonoridades e sentimentos que os Smashing Pumpkins procuraram revelar com este álbum.

A abertura faz-se com “Cherub Rock” e fica desde logo visível que estamos perante um álbum não só mais cuidado a nível de produção, mas todo ele repleto de uma aura muito especial, que se vai adensando e nos vai envolvendo conforme avançamos na exploração de cada tema. Sucedem-se temas numa sequência brilhante, encadeados de um modo perfeitamente ilustrado pelo título do trabalho. Siamese Dream é exactamente isso mesmo, um conjunto de temas ligados entre si, constituindo na mais fraternal harmonia um corpo de sons e emoções como só muito raramente acontece.

“Today” chega-nos de forma a cortar a respiração, numa entrada portentosa, digna de referência e reverência. Este há-de ser sempre um dos maiores temas dos Smashing Pumpkins. Se houvesse um best of dos anos 90, este era um dos temas que inevitavelmente faria parte da selecção. A guitarra contagia-nos de modo inebriante e a letra reveste-se de um deslumbre momentâneo e faz-nos apreciar o tema em perfeita sintonia com as palavras de Corgan, “today is the greatest day I’ve ever known”. “Hummer” segue as pisadas do tema precedente e “Rocket” impõe uma dinâmica mais retardada, mas não menos contagiante, onde a guitarra se reveste de genialidade e nos vai abrindo suavemente a porta a um dos temas que, como “Today” é uma das faixas que transpõe o universo dos Smashing Pumpkins e atinge mesmo aqueles que se encontram longe de serem fãs devotos da banda. Falamos obviamente de “Disarm”. Mais uma vez com a presença belíssima de violino e violoncelo, este é sem dúvida um dos temas dos Smashing Pumpkins que mais facilmente nos atinge emocionalmente, numa interpretação de Billy Corgan irrepreensível e para lá do perfeito, onde às primeiras palavras (“disarm you with a smile/and cut you like you want me to”) ficamos irremediavelmente desarmados e rendidos perante este tema, que embora bastante simples (quase minimalista) nos consegue agarrar do início ao fim, como se a música fosse tocada especificamente para nós próprios.

Na transição de Gish para Siamese Dream, os Smashing Pumpkins abandonaram a exploração de um rock alternativo mais cru, tendo optado por um estilo mais próximo do rock psicadélico, um pouco também para escaparem à febre do grunge, que de alguma forma também os atingiu, tendo mesmo sido considerados “os próximos Nirvana”, título que a banda sempre declinou. Assim, Siamese Dream centra-se muito mais na exploração do psicadélico e do shoegaze do que exactamente do estilo que mais estava em voga na época. Bons exemplos disso são temas como “Geek U.S.A.” e “Silverfuck” onde as guitarras de Billy Corgan e James Iha se fundem, criando um som não mais homogéneo, mas mais ininteligível, complexo, quase disforme (num bom sentido). Para o fim fica “Luna”, fantástica declaração de amor, que pinta da forma mais encantadora tudo por onde passa, num desfecho brilhante.Assim se faz Siamese Dream, um álbum repleto de emoções tão díspares quanto humanas: as dores, as frustrações, as angústias e o melhor do que há em nós. Ao escreverem um álbum tão cru quanto verdadeiro, os Smashing Pumpkins ultrapassaram a barreira dos álbuns bons. Dos muito bons, até. Siamese Dream é um álbum como há poucos na história da música, coeso, grandioso, perfeito. É revelador de uma genialidade inimitável e motor de um culto justificado. É um objecto digno de colecção.

 

10/10 | Susana Jaulino

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 28, Julho, 2007.

 
%d bloggers like this: