Voodoo Economics + Madcab ao vivo em Santos

Foi numa espécie de café-concerto que os Voodoo Economics e os Madcab tocaram num ambiente insolitamente familiar. A proximidade forçada entre a plateia face ao espaço diminuto veio, assim, tornar esta noite numa espécie de encontro entre amigos depois do jantar.

:: 25 de Agosto de 2007

 

Uma boa dose de rock alternativo

Pelas 23h00 o pequeno palco foi invadido pelos Voodoo Economics. Depois de se ouvir as primeiras músicas somos reportados para uma sensação fortíssima de dejá vu. Radiohead, Jeff Buckley e, imagine-se, Mr. Bungle são nomes que nos visitam enquanto se assiste à sucessão de músicas que estes rapazes nos dedicam. Os ambientes de Radiohead são celebrados com “System Failure”, a segunda música a ser tocada.

Foi cerca de uma dezena de músicas que nos apresentou o que são capazes de provocar estes quatro rapazes oriundos de Cascais. O que se sente ao descobrir-se música deste calibre é quase como a necessidade urgente de se confessar um segredo. Cada composição convidou-nos, sem que nos apercebêssemos disso, a um fechar de olhos contínuo até que nos dissessem que os podíamos abrir novamente. Sucedeu-se o mesmo com os músicos – nada melhor que os próprios rendidos ao seu ‘voodoo’. A suspeição deu, claramente, lugar à curiosidade e que, mais tarde, foi substituída por uma espécie de vénia demorada entre todos os que assistiam.

“Catch Me Sleeping” foi uma das músicas que fez com que a sensação de dejá vu se provasse sem margem para confusões. Desta vez, a banda cujos ambientes se provaram foi Mr. Bungle. A atmosfera quente, próxima e, por conseguinte, acolhedora envolveu os presentes numa espécie de lamento confessional provocado pelos músicos. João Gil (guitarra, teclas), Salvador Menezes (baixo, voz), Tomás Sousa (bateria) e Afonso Cabral (voz, guitarra e teclas) foram os anfitriões deste albergue nocturno que nos presenteou com uma boa dose de rock alternativo e que, em crescente surpresa, nos hipnotizou sem regras. Despediram-se depois de um encore inesperado, pelos mesmos, e querido, pelos que assistiam e aplaudiam.

Logo após a actuação dos Voodoo Economics, entram em palco os Madcab. Estes senhores que já têm algum traquejo em concertos vieram a comprovar que são tão bons ou melhores do que álbum. Há bandas que nos conseguem desiludir por completo; em gravação apresentam um espólio potencial para concertos e que conseguem destruir toda a expectativa. Este concerto provou o contrário.

Do alinhamento constaram músicas do álbum Keeping Wounds Open, tais como: “Liar”, “From Outside of Myself” e “Beggars” que já fazem parte da bagagem de concerto da banda. “Sweet Bone Chill” foi um dos momentos altos da noite. João Gil (Voodoo Economics) acompanhou os Madcab nas teclas ao longo deste tema reflectindo assim o ambiente de amizade que se respirava.

Se em álbum primam pela inteligente mudança rítmica por entre as faixas, ao vivo primam pelas estudadas mudanças de atitude face ao corpo das músicas. Vestem-se de música para nos brindar e fazem-nos pairar em mundos nada monótonos. Para o fim, reservaram-nos “Countless Joys of Commercial Suicide” que, sem letra, mostrou as exímias qualidades por parte de todos os músicos. A noite só se deu por finita após o encore com “Dodge” que se estendeu com os aplausos de todos.

Alinhamento dos Voodoo Economics:
1 – “Repent”
2 – “System Failure”
3 – “I Was Cured Alright”
4 – “Watching”
5 – “Normal”
6 – “Last Days”
7 – “Talk To Me”
8 – “Catch Me Sleeping”
(encore)
– “Breathe”

Alinhamento dos Madcab:
1- “Intro/”
2- “Mind Bender”
3- “Wireless”
4- “Liar”
5- “Sweet Bone Chill”
6- “Charlie”
7- “From Outside of Myself”
8- “Beggars”
9- “Commercial Suicide”
(encore)
– “Dodge”

texto e fotos: Maria Rocha

 

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 26, Agosto, 2007.

 
%d bloggers like this: