The Hives ao vivo no Coliseu dos Recreios

Fosse só pelo guarda-roupa e os The Hives já tinham a noite ganha mas, felizmente, os suecos são muito mais que isso e provaram-no ontem à noite, numa performance imparável, que contagiou desde o primeiro minuto o público que recheava metade do Coliseu dos Recreios.

:: 9 de Abril de 2008

 

Pela primeira vez em Portugal numa sala fechada (facto repetido várias vezes pelo vocalista Pelle Amqvist), a banda sueca veio apresentar o mais recente The Black And White Album, do ano passado, e durante uma hora e meia provou porque não devem ser metidos no mesmo saco que maior parte das bandas que nos últimos anos decidiram recuperar o garage rock. É verdade que a fórmula dos The Hives pouco ou nada se altera de canção para canção, mas quando se vê um concerto deles tem-se a noção que não é realmente isso que está em conta. Os suecos são uma banda de palco, com uma noção muito apurada de espectáculo de entretenimento, servindo as suas canções para divertir o público ao máximo e foi exactamente isso que aconteceu.

Iluminados pelo seu próprio nome num sistema de luzes em muito semelhante ao que Elvis Presley utilizou na sua fase áurea, todo o espectáculo se concentra praticamente na postura que o frontman da banda adopta em cima do palco. Pelle Amqvist tem sangue de um adolescente de 15 anos a correr-lhe nas veias, não parando um segundo, interagindo, sempre que pode, com o público com o seu humor algo egocêntrico, conseguindo a determinada altura fazer com que o público diga que os The Hives são os seus únicos deuses.

Canções como “Try It Again”, “It Won’t Be Long” ou “Tick Tick Boom”, todas do último disco do grupo, fizeram as delícias dos muitos adolescentes presentes no recinto, que nunca se cansaram em demonstrar a sua adoração à banda, com recorrentes crowdsurfings nas primeiras filas. Mas foram sucessos como “Walk Idiot Walk” ou “Hate I Told You So” que provocaram um maior alvoroço, sendo que todas estas canções foram o perfeito exemplo de como a urgência do punk/pop da banda contamina o seu público.

A missão dos The Hives é entreter e animar os seus fãs, com canções eléctricas e dançáveis, mesmo que não tragam nada de novo ao panorama musical, mas no final de contas o que interessa é que a missão foi mais que cumprida.

João Moço

Anúncios

~ por hiddentrack.net em 10, Abril, 2008.

 
%d bloggers like this: